Mais uma vez, a Santa Casa de Misericórdia de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru) enfrenta problemas. Com um médico a menos, foram registrados 200 atendimentos em 12 horas, o que representa o triplo da demanda, uma vez que o rotineiro são 60 consultas por plantão. Deste total, metade estava com dengue ou apresentava indícios da doença.

Um servidor público municipal de Avaí protocolou relatório na prefeitura apontando falta de manutenção em ônibus que transportava trabalhadores todos os dias a Bauru. Segundo o motorista Ariel José dos Santos, o veículo estava com diversos problemas mecânicos, inclusive no freio.

Em duas operações a Polícia Militar (PM) Ambiental de Bauru apreendeu, nesta terça-feira (14), três espingardas de diferentes calibres, munições e seis aves em cativeiro sem licença, sendo algumas delas em extinção. Os casos ocorreram em duas residências no município de Avaí (39 quilômetros de Bauru) e a polícia contou com a ajuda de denúncias anônimas.

Um homem de 26 foi preso em flagrante com um pouco mais de 1 quilo de maconha após denúncia anônima, por volta das 22h dessa terça-feira (14), na avenida Governador Orestes Quércia, no Jardim Paraíso, próximo à entrada de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru).

O delegado titular de Pirajuí (SP), César Ricardo do Nascimento, afirmou que a morte do menino de dois anos que se afogou em uma piscina de um lar para dependentes químicos, na tarde deste domingo (13), foi uma fatalidade. Segundo ele, o exame necroscópico feito no IML de Bauru atestou que o menino não sofreu nenhum tipo de abuso sexual e que a causa da morte foi asfixia por afogamento.